São Bernardo do Campo / SP - quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Esquizofrenia

Esquizofrenia.

  • O que é?

A esquizofrenia caracteriza-se por uma deterioração no modo de pensar e de sentir, afetando a fala, o pensamento, a percepção e o sentido do ego. Muitas vezes inclui experiências psicóticas, tais como ouvir vozes ou agarrar-se a crenças fixas anormais conhecidas como delírios.

  • Quantos sofrem dela?

Nas Américas, cerca de sete milhões de adultos em algum momento de suas vidas sofrem de esquizofrenia. Esse transtorno começa na juventude e pode comprometer a capacidade funcional, causando a perda de uma habilidade adquirida (ex.: não podendo ganhar seu próprio sustento ou ter os estudos prejudicados).

  • O que se pode fazer? 

Os tratamentos são tanto de natureza biológica (ex.: medicamentos) como psicossocial (ex.: educação da família sobre psicologia e reabilitação). O desamparo do passado foi substituído por uma boa dose de esperança já que as afecções, que antes eram tratadas em instituições fechadas, têm dado lugar a intervenções em casa, em serviços comunitários, em hospitais gerais e em albergues. A reabilitação psicossocial progrediu consideravelmente e possibilitou que os pacientes encontrassem um lugar na força de trabalho, em suas famílias e comunidades. O tratamento precoce é essencial para uma melhor recuperação.

Referência: OPAS (2001).