São Bernardo do Campo / SP - terça-feira, 22 de agosto de 2017

Trantornos do Sono

A correria do dia-a-dia e o ritmo acelerado em que vivemos resulta, cada vez mais, num sono desregulado e em distúrbios que não nos deixam descansar de forma correta, atrapalhando nossa qualidade de vida, bem-estar e a vida profissional. Os males mais freqüentes que atingem o sono são a Insônia e o Distúrbio Respiratório do Sono, mais conhecido como Síndrome da Apnéia Obstrutiva do Sono, e é cada vez maior o número de pessoas que sofrem destes problemas.

 

Alguns Transtornos do Sono:

  • Ronco
  •  Apnéia do Sono
  • Insônia
  • Narcolepsia
  • Síndrome das pernas inquietas
  • Bruxismo
  • Pesadelos, terror noturno, sonambulismo

 A polissonografia é um exame utilizado para diagnosticar alguns dos distúrbios do sono, o paciente dorme uma noite no laboratório do sono que é um local próprio para a realização desse exame, onde será feita a gravação do funcionamento do cérebro, do coração, da respiração e da oxigenação durante o sono.

 

 

 

Terapia Cognitivo Comportamental na Insônia 

 

A insônia é geralmente associada com pensamentos negativos ou inapropriados, a reestruturação cognitiva pode ajudar a analisar os pensamentos que interferem no sono.

 

O terapeuta cognitivo ajuda o paciente a pensar e agir de forma mais realística e adaptativa em relação aos seus problemas psicológicos e, deste modo, reduz os sintomas.

 

l
 
 
 
 

Higiene do Sono:

 - Estabelecer horários regulares de sono;

 -Mantenha estes horários constantes para dormir e acordar, mesmo nos finais de semana;

 - Não passar o dia se preocupando com o sono;

 -Se não conseguir dormir, levante-se depois de 30 minutos. Procure se distrair: leia, escute música, etc... Só volte para a cama quando estiver com sono;

 - Interromper o uso de substâncias que contenham cafeína e /ou nicotina entre 4 à 6 horas antes do horário de dormir;

 - Não ingerir bebidas alcoólicas por, no mínimo, 6 horas antes de dormir;

 - Não praticar exercícios físicos próximos ao horário de dormir, tendo um intervalo mínimo de 3 horas entre a atividade física e a hora de deitar;

 -Realize alguma atividade relaxante em ambiente com pouca luminosidade;

 -Evite cochilar ou deitar durante o dia;

-Evite refeições pesadas e excesso de líquidos próximos ao horário de sono;

-Busque ter exposição à luz solar logo após se levantar e ao final da tarde.

 

Fatores Ambientais:

 - Em relação ao ambiente de dormir, tenha cuidados, quanto à luminosidade, barulho, temperatura, tamanho da cama e não use relógio ou despertador;

 - De preferência usar a cama e o quarto para dormir e relação sexual;

 

Sintomas que podem alterar seu sono

 - Preocupações: com dinheiro, família, casamento, filhos, trabalho, saúde...

- Pensamentos Intrusivos; reserve 20 á 30 minutos do seu tempo à noite (4 horas antes de dormir), para "resolver" seus problemas; a fim de não levá-los para cama e, com isso, atrapalhar seu sono. Você pode, por exemplo, escrever num papel suas preocupações e tensões;

- Pensamentos negativos e crenças erradas em relação ao sono;

- Ansiedade;

 

 

 

 

  Uma boa noite de sono é fundamental para a recomposição física e psíquica de todo ser vivo.