São Bernardo do Campo / SP - terça-feira, 22 de agosto de 2017

Tipos de Psicoterapias

Tipos de Psicoterapias.

Análise Transacional (AT)
Uma técnica criada pelo psiquiatra norte-americano Erick Berne no inicio dos anos 60. O diferencial da AT é o seu pragmatismo, e seu modelo de personalidade, desenvolvimento e relacionamento, que enfoca as transações ocorridas entre as pessoas. A AT é muitas vezes vista erroneamente como uma simplificação excessiva da psique.

Arteterapia 
É uma forma de terapia que utiliza recursos expressivos, artisticos e vivênciais com o objetivo de facilitar o auto-conhecimento e a comunicação do cliente.
Psicodrama
Muito parecida com o teatro, esta psicoterapia foi desenvolvida por Jacob Levy Moreno (1889-1974). Sua linha de ação é o desempenho dos vários papéis por parte do paciente em seu cotidiano. A visão antropológica moreniana do homem é de um ser inacabado em contínuo processo de criação. O desenvolvimento humano acontece por uma longa série de 'integrações vínculares' iniciadas na matriz de identidade com seu atomo social e sua rede sociométrica.

Psicologia Analítica 
Considerada por muitos um sistema, a Psicologia Analítica foi criada por C. G. Jung. Apesar de possuir muitos aspectos em comum com a Psicanálise, Jung acentua a importância do simbolismo cultural e arquetípico na formação da personalidade.

Psicologia Humanista
O termo 'Psicologia Humanista' é uma designação genérica para uma série de teorias psicoterápicas que acentuam a responsabilidade do homem em relação a sua atitude perante a existência.

Programação Neurolingüística
A PNL é um modelo de comunicação e comportamento que enfatiza o papel da linguagem na determinação de nosso estado físico e psicológico. Teve como criadores os americanos Richard Bandler e Jonh Grinder.

Psicoterapias Corporais
Para esta psicoterapia, nossas emoções possuem um correlato físico, tornando-se necessário o contato com o corpo, juntamente com a verbalização, para desfazer os nós da armadura muscular do caráter. Wilhelm Reich foi o iniciador deste amplo movimento.

Logoterapia
Também conhecida como análise existencial, a Logoterapia é uma corrente psicoterápica criada por Viktor Frankl que focaliza a necessidade que o indivíduo tem dar um sentido a sua vida.

Psicoterapia Familiar
Corresponde a uma serie de psicoterapias que são centradas nos problemas interativos das crises de relacionamento de casal ou no interior da família. Diga-se de passagem: todos os problemas têm a família como origem ou instância mantenedora.

Cognitiva
Sistema de terapia cujo princípio básico é de que as cognições (pensamentos, crenças, interpretações) de um indivíduo frente a situações influenciam suas emoções e comportamentos. O terapeuta atua sobre as cognições, a fim de alterar as emoções e comportamentos que as acompanham.

Psicanálise 
A psicanálise muitas vezes é confundida com o objeto de estudo da psicologia. Saiba mais sobre esta difundida e tradicional corrente criada por Sigmund Freud.
Acompanhamento Terapêutico   
Não é propriamente uma teoria de psicoterapia, mas um modo de atuação do psicoterapeuta. De maneira resumida, consiste na articulação que é feita pelo psicoterapeuta fora do setting, acontecendo no contexto em que o paciente vive. A principio utilizada nos casos mais graves de ajustamento social vêm sendo também utilizada nos demais casos como um fator potencializador do processo psicoterapico.
Psicoterapia Comportamental 
Esse é o nome dado à abordagem que se fundamenta no Behaviorismo Radical de Skinner. Ela se caracteriza por se preocupar com a comprovação científica de seus procedimentos. O terapeuta comportamental investiga vários aspectos do comportamento (motores, afetivos, cognitivos) e busca estabelecer relações deste comportamento com as condições físicas e sociais em que estes ocorrem.

 

Autor: Marcos Reis, editor de Guia de Psicologia na Internet. Em www.sobresites.com