São Bernardo do Campo / SP - terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Transtorno Afetivo Bipolar

Transtorno Afetivo Bipolar.

 

  • Que são elas?

Este transtorno (TAB) se caracteriza pela alternância do humor que vai da alegria exagerada, euforia, irritabilidade e mania, assim como a tristeza intensa, desânimo exagerado, apatia e depressão. Esta alternância não ocorre de uma hora para outra e sim perdura por dias, semanas ou meses, sendo a sua mudança algo gradual. Mesmo sendo chamada de bipolar (duas fases) a mesma pode ocorrer com o predomínio de apenas uma de suas fases.

  • Quantos sofrem delas?

É uma doença crônica, grave, de distribuição universal e ocorre em 1,5% da população mundial. O dignóstico da mesma pode não ser realizado com tanta facilidade logo na primeira crise, dificultando o seu tratamento ou mascarando-a. A concordância desta doença entre gêmeos idênticos (monozigóticos) varia de 60% a 80%, e o risco de desenvolvé-la em parentes de primeiro grau de um portador situa-se entre 2% e 15%. A quantidade de gêmeos monozigóticos onde não há concordância reflete a importância dos fatores ambientais. 

  • Que se pode fazer? 

Considerando que esta doença é a única que, ao remitir, o faz ad-integrum ou seja, o indivíduo volta a ser aquela pessoa dita "normal", os esforços para o seu diagnóstico precoce, tratamento e controle são muito importantes.